quarta-feira, 13 de agosto de 2008

HOPE


“AND HER HEART MAY BE BROKEN
A HUNDRED TIMES
BUT THE HURT WILL NEVER DESTROY
HER HOPE…”

Este verso é da nova música do The cure “The Perfect Boy”

É tão bonito e tão singelo. “E seu coração pode ser ferido centenas de vezes, mas a ferida nunca irá destruir sua esperança…”.

Assim que as coisas deviam ser, sempre. É natural nos magoarmos. É inevitável nos decepcionarmos. Mas só mantendo a esperança e dando a nós mesmos novas oportunidades é que poderemos sarar qualquer ferida. A esperança deve se manter intacta, apesar das decepções ou mágoas. Com ela, há superação.

3 comentários:

Luísa disse...

"(...) A dor é inevitável O sofrimento é opcional."

Carlos Drummond de Andrade

Céli disse...

Muito interessante ver este post no seu blog nesse exato momento. Estou chateadíssima porque não passei na prova de mestrado da unirio. Não por não ter passado, mas por não ter tido competência nem dignidade de acreditar em mim o suficiente pra fazer melhor e passar. Eu sinto uma vergonha, uma vontade de não tentar mais porque falhei. E você escreve sobre esperança hoje... Nada vai bem hoje. My hope is shattered. Tudo bem é só um mestrado...enfim... depois vou me sentar pra ouvir minhas músicas trash anos 80 e vou me sentir melhor.
bjoks

Borboleta disse...

isso é fé :) fé em nós, fé nos outros, fé na vida, fé em melhores momentos do que aqueles que nos magoam.
ter fé é uma chatice e dá trabalho, porque te obriga a acreditar em coisas imateriais, que nem sempre te acenam no momento exacto, para assinalar a sua presença.
mas sem fé não fazemos nada: limitamo-nos a arrastar a nossa embalagem por aí.

faço questão de ser mais do que uma embalagem!