terça-feira, 26 de maio de 2009

Andrew Bird, o Andy Warhol da música!


Faz pouco que voltei do concerto do Andrew Bird. Há meses tinha o bilhete comprado, segunda fila, bem pertinho mesmo! Ele em palco é multi, um senhor orquestra! Toca vários instrumentos, (violino, guitarra, xilofone e assobia), cria loops, camadas da própria música dele, criando uma sinfonia fantástica e hipnotizante. Ele erra em palco, aperfeiçoa, brinca com o publico, dialoga, conta histórias, elogia lisboa (ultimamente todos os cantores tem elogiado Lisboa, by the way). Ele disse que se Portugal fosse o único país em que o ouvissem, ele já se dava por satisfeito. Voltou 2 vezes no bis. Ele é muito tímido, mas não durante o concerto. Está certo que ele passa muito tempo de olhos fechados, e muito do show ele passa mundo musical dele, a fazer música-arte. Mas em palco ele está super à vontade e só vemos a timidez dele nos segundos em que ele começa e termina o concerto.
Depois do show, apareceu de surpresa ao lado da barraquinha do Merchandising. Grande marketing! Deu autógrafos, e coisa mais querida, perguntava o nome de cada um. Pena que não era só eu lá. Vamos combinar, não dá para conversar com 50 neguinhos querendo o autógrafo do homem, certo? E pena que ele ouviu mal o meu nome, pois autografou "Cladio"(ou o "u" é mesmo minúsculo). Tudo bem, ele é queridinho demais para eu ficar chateado com isso :)

As fotos do show estão aqui

De 20090525 Andrew Bird at Sao Jorge

E aqui um dos vídeos que eu fiz, da música Natural Disasters.


Um comentário:

Isa disse...

Adorei tudo neste concerto: a música, a luz, o homem! By the way, o meu nome está bem escrito!!!eheheh...:)